terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Amnésia

Recados e Imagens - Fadas - Orkut


Posso pedir, em vão, a luz de mil estrelas,
apenas obtenho este desenho pardo
que a lâmpada de vinte e cinco velas
estende no meu quarto.

Posso pedir, em vão, a melodia, a cor
e uma satisfação imediata e firme:
( a lúbrica face do despertador
é quem me prende e oprime).

E peço, em vão, uma palavra exacta,
uma fórmula sonora que resuma
este desespero de não esperar nada,
esta esperança real em coisa alguma.

E nada consigo, por muito que peça!
E tamanha ambição de nada vale!
Que eu fui deusa e tive amnésia,
Esqueci quem era e acordei mortal.


Poetisa Fernanda Botelho

Bons sonhos...

4 comentários:

o meu cantinho..... disse...

Obrigado pela partilha de grandes poetisas portuguesas...

bjocas

M.Silva disse...

gosto da forma como expôe os seus sonhos. ajuda-me a vêr esta globalização de uma forma mais sonhadora.

vou passando.. passe por lá...

beijos.

IsaMar disse...

olá
agradeço-te as tuas visitas sempre bem vindas às minhas cónicas. e obr. tab. pela energia positiva que nelas deixas.
jinhos meus

o meu cantinho..... disse...

entao?? o que tens feito? não te tenho visto por aqui... ;)

Passa por lá... e diz qq coisa ;)

Bjocas